OCEMG / SESCOOP / MG

Notícias

23/03/2020
Unimed-BH pede para a população ficar em casa

"Não saiam e não recorram aos pronto-atendimentos". A orientação vem da Unimed-BH, que concedeu, na última quinta-feira (19/03), coletiva de imprensa para falar sobre as medidas que foram adotadas para atender os clientes durante a pandemia da COVID-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com o presidente da Unimed-BH, Dr. Samuel Flam, manter o sistema operante é prioridade, reforçando que o tratamento dos pacientes com infecção pelo coronavírus depende do quadro clínico, não do resultado do exame. "Meu exame deu positivo, eu tenho que ficar na porta do hospital? Não é isso. Se for positivo, isola. Fiquem quietos em casa. Principalmente para os mais idosos, cujo risco da doença é muito maior, principalmente se tiver comorbidade, como doenças cardíacas, diabetes, hipertensão. A exposição na rua, a saída aumenta a probabilidade de adquirir o vírus", disse.

Ele afirma que a cooperativa tem estudado o que ocorreu na China, na Itália e outros países da Europa, e destaca que é preciso separar, dentro de casa, as pessoas que têm a doença para não transmitir ao restante da família. Segundo Samuel, só deve procurar o hospital quem tiver piora clínica, tanto para não sobrecarregar o sistema quanto para evitar o contágio.

"Nós, médicos de Belo Horizonte, estaremos nos hospitais 24 horas, colocando em risco a nós, as nossas famílias, para atender vocês. Estaremos no hospital, mas pedindo para que fiquem em casa. Desta maneira, os serviços de saúde funcionarão melhor. Quanto mais preservarmos nossos recursos, melhor atenderemos nossa população. Fiquem em casa, reduzam a velocidade de progressão da doença. Só em extrema necessidade, se dirijam as nossas unidades", enfatiza. "Não saiam e não recorram aos pronto-atendimentos. Normalmente, o maior contágio costuma ser na sala de espera de hospital".

Por fim, ele ressalta a importância de se manter longe do convívio social neste momento, quando possível. "O isolamento é a única coisa que se mostrou certa (para conter a doença). É uma luta de todos nós. De uma população mundial que está sobre o ataque do coronavirus. Uma pandemia que exige o esforço de todos, a colaboração de todos", pontuou.

O diretor de Provimento de Saúde da Unimed-BH, José Augusto Ferreira, destaca que essa é uma situação nunca antes enfrentada. "Não temos como prever qual será o impacto na nossa rede operadora e de cooperados. Sabemos que vai ocorrer, e pode se prolongar por oito, 12, 16 semanas", disse na entrevista coletiva. Contudo, concluiu dizendo que a rede está preparada para receber os pacientes e pediu calma. "Temos leitos em expansão, respiradores em número superior à nossa demanda no momento, ofertas de hospitais que colocam mais unidades de internação quando necessário, serviço de ambulância que está pronto. Estamos preparados para enfrentar essa situação. Tenhamos calma. Ficar apavorado, entrar em pânico, não vai ajudar ninguém", orienta.

Fonte: Jornal Estado de Minas / uai.com.br

 

PUBLICAÇÕES

SOBRE

O Sistema Ocemg é formado pela Ocemg, entidade de representação política e sindical patronal das cooperativas no Estado, e também pelo Sescoop-MG, responsável pelas atividades de formação profissional, monitoramento e promoção social do setor. Atua em benefício do crescimento e desenvolvimento do cooperativismo mineiro, orientando as cooperativas na busca por uma gestão cada vez mais eficiente, que impulsione o crescimento socioeconômico do Estado.

Este site é assinado por: Bhtec e:house
Sistema Ocemg        
Rua Ceará, 771 - Funcionários - Belo Horizonte-MG - CEP: 30150-311
Telefone: (31) 3025-7100
Horário de Funcionamento: Segunda à Sexta: 8:30h às 17:30h